2016_07_20 Florian

Em cima do prazo fui fazer o meu desenho de tributo ao Florian Afflerbach, arquiteto alemão, membro da comunidade dos Urban Sketchers desde os primeiros tempos e que foi fatalmente atropelado quando guiava a sua motocicleta clássica. Não conheci o Florian mas admirava os seus desenhos analíticos e elegantes.
Procurei seguir a sua técnica e fui primeiro comprar o banco de 20 centímetros de altura antes de me sentar a metro e meio, mais coisa menos coisa, dum reboque da marca Ford, modelo A que fui descobrir num Museu do Automóvel Antigo que existe escondido entre Caxias e Paço de Arcos.


Este reboque de 1930, com base no modelo A, esteve durante muitos anos ao serviço da garagem Palácio Ford, no Porto.

2016_07_16 Ponte 25 de Abril - 50 Anos


Durante o encontro promovido pelas Infraestruturas de Portugal e a Associação USKP no âmbito das comemorações dos 50 anos da Ponte 25 de Abril.

2015_09_04 Um Lupo no Campo Grande




Um Lupo repescado do caderno que meti no envelope almofadado que expedi pelos correios para responder ao apelo dos ÉvoraSketchers: A Direcção Regional de Cultura precisa de cadernos para 'compor' a exposição itinerante do (A)Riscar o Património que ficará por Évora.

2016_06_14 Beco do Surra



Supõe-se que o beco do Surra já existia antes do terramoto de 1755 e que ali terão vivido surradores (artífices de curtir peles).

2016_06_09 Alfama


Manhã cedo, véspera de 10 de Junho.
Para descrever a baixa de Lisboa nesse dia o primeiro substantivo que me ocorreu foi um que já não se usa muito: balbúrdia. Trânsito condicionado por causa dos ensaios para as cerimónias no Terreiro do Paço, o Campo das Cebolas é nestes dias um estaleiro de obras e o quarteirão seguinte, a caminho do Jardim do Tabaco, está transformado num campo arqueológico.
Em Alfama a balbúrdia juntou-se ao frenesim. Os preparativos para a véspera de Santo António atingiam o auge com o barulho dos martelos a pregar balcões feitos de tábuas de contraplacado nas paletes que serviam de base às bancas de venda de sardinhas, bifanas e afins.
Desviado da confusão, no interior do bairro, optei por me concentrar nos becos e escadinhas à procura do tempo de Roque Gameiro descartando as decorações de Santo António e os turistas de mala na mão à procura do alojamento com reserva feita no Airbnb.




Depois de olhar as linhas cruas do desenho, num fim de tarde, voltei a Alfama para colocar cor.