2017_06_21 10 x 10 Martim Moniz

O Martim Moniz foi o local de encontro para a sessão do 10 x10 orientada pelo José Louro sobre o desenho da figura humana. Uma pequena multidão tinha-se juntado para assistir às manobras radicais do dia mundial do skate e ao concerto que se seguiu.


O local não podia ter sido mais bem escolhido para encontrar pessoas de diferentes idades e de diferentes raças para o exercício proposto de desenhar segundo a figura fornecida para servir de modelo às proporções do corpo humano.

2017_06_17 10 x 10 Vila Viçosa


Em Vila Viçosa no programa de comemoração dos 10 anos dos urban sketchers que se realizou no Alentejo.
Visita à serração de mármore do César Valério que transforma os blocos de mármore trazidos das pedreiras das redondezas. Os blocos são colocados numa primeira máquina a talha-bloco que como o nome indica, talha o bloco em peças que são transferidas para a cortadeira. Daqui saem as pedras com as dimensões próprias para as várias aplicações do mármore. Para finalizar as pedras seguem para a polidora e posteriormente para a biseladoura que amacia as arestas vivas da pedra.

2017_06_07 10 x 10 na Praça do Comércio


A desenhar na Praça do Comércio na aula do 10 x 10 o programa comemorativo dos 10 anos dos Urban Sketchers.  O tema era Estátuas e Monumentos e o instrutor foi o Nelson Paciência.

2017_05_17 Palácio Nacional da Ajuda


Com o Nelson Paciência como formador decorreu no Palácio da Ajuda mais um workshop do 10 x 10 programa de comemoração dos 10 anos dos Urban Sketchers.
Dois desenhos para as duas propostas como eu as entendi. Desenhar um ou mais objectos do palácio contando a sua história e as sensações que eles nos despertam e um segundo desenho do ambiente onde esse objecto está inserido juntamente com um texto mais descritivo ou narrativo.
Oportunidade única para conhecer de perto as salas do palácio numa visita guiada pela história de Portugal e obrigado ao Nelson pelo empenho e entusiasmo com que conduziu a sessão.


2017_05_10 10x10 Lisboa


Arranque em Lisboa do programa de workshops de comemoração dos 10 anos dos Urban Sketchers.
O programa começou da melhor maneira com visita guiada à renovada redacção do Diário de Notícias. Sente-se no ar a pressão dos prazos a cumprir para fechar uma edição diária.
Fomos convidados a levar um objecto pessoal e construir uma notícia à volta dele. Por deformação profissional escolhi uma velha diskette já fora de uso para servir de reflexão sobre a transferência que fazemos dos nossos conhecimentos para os suportes digitais que já começam a estar alojados numa qualquer nuvem algures por cima das nossas cabeças.

2017_05_05 Edifício Norte Júnior


Mais um edifício abandonado e a ameaçar ruína. Será que vai cair?

2016_12_09 Farol da Gibalta


No final do ano passado fui contactado pela câmara de Oeiras para uma série de ilustrações, com traço urban sketcher. Uma delas para comemorar a abertura do novo troço do passeio marítimo que faz a ligação do Forte de São Bruno, em Caxias, à praia da Cruz Quebrada.
Com a obra ainda em curso, desloquei-me ao local com o Álvaro Carrilho, adjunto da Câmara para a área de comunicação institucional. O enquadramento seleccionado tem o farol recortado na paisagem, a linha de comboio, a linha de costa, o muro de contenção da marginal. Elementos com uma forte identificação do local e porque a ponte 25 de Abril pertence ao concelho de Lisboa aquele foi o local escolhido para terminar o enquadramento.


Para convidar à utilização do novo troço foi necessário acrescentar pessoas. Numa época de grande divulgação e expansão da corrida urbana ou running escolhi um corredor. Depois de algumas horas a pesquisar bancos de imagens encontrei a imagem que procurava. Encaixava-se na perspectiva da paisagem e estava de costas para o observador.



A imagem foi encontrada no banco de imagens 123RFNo momento de descarregar a imagem, que é grátis, um aviso lembra de que a menção do crédito do autor é sempre bem vinda. O meu agradecimento ao bokica pela imagem que criou e que serviu de modelo ao meu corredor.
Depois de um primeiro ensaio tinha o corredor delineado.



A seguir havia que o incluir no desenho entretanto desenvolvido. 


Para promover a utilização da ciclovia era também importante incluir um ciclista. Mais umas horas de pesquisa de imagens de ciclistas no google até encontrar esta imagem no site da associação que faz a defesa e promoção do bairro londrino de Fitzrovia num artigo sobre os perigos que os ciclistas enfrentam nas suas deslocações diárias. Gostei da trajectória em sentido contrário ao do corredor e do ar descontraído.




Depois de entregar os bonecos e do trabalho final de composição o resultado final foi este.
Obrigado ao Álvaro Carrilho pelo profissionalismo com que me acompanhou durante todo o processo.
 



E depois a implantação do painel exterior (outdoor).




2017_04_23 O pai Pinto


Domingo é invariavelmente dia de pai Pinto.
Enquanto recupera a mobilidade depois de uma perna partida o pai Pinto encontra-se confinado ao sofá articulado e a andar até onde as forças dos braços e a bengala permitem. A tabuada e os programas de televisão servem para manter viva a conversa.
O pai Pinto já aprendeu que depois de lhe mostrar o desenho acabado não se fecha o caderno enquanto a tinta não secar.
Hoje é dia de pai Pinto.

2017_04_06 Nel blu dipinto di blu ...



É difícil resistir à tentação de desenhar dentro do avião.



... felice di stare lassù

2017_03_30 Rua Marquês da Fronteira


Este é um desenho que já só posso olhar para ele neste blogue. Foi a minha contribuição para o sorteio de desenhos que ocorreu no final da Assembleia Geral de Associados dos Urban Sketchers de Portugal.
Parabéns aos dirigentes associativos pela forma como têm gerido a Associação. Estão no caminho certo.

2017_03_03 Galeto


 Na altura em que abriu o Galeto compreendia um snack-bar no piso térreo, com capacidade para 125 pessoas, e um restaurante na cave, com 78 lugares. Desde então apenas sofreu alterações na fachada, com a abertura da porta larga automática em vidro a toda a extensão da montra, tudo o resto se mantém tal qual aquando da inauguração: decoração de interiores, casas de banho e até os menús.

2017_02_13 Capela do Santíssimo


A capela do Santíssimo é uma das oito capelas da igreja de São Roque. Foi fundada em 1636 e a sua decoração data da segunda metade do século XVII, início do século XVIII. A talha dourada é do período que antecede o barroco nacional, designado por proto-barroco, caracterizado por uma notória contenção ornamental.


O desenho foi feito durante uma das sessões do curso de desenho da Nextart: Um percurso por São Roque.
Foi feito com pequenos paus de madeira afiados, pincel e tinta da china durante o segundo módulo do curso que esteve centrado nas capelas e locais de culto no seguimento do primeiro módulo que decorreu em locais da igreja de acesso mais restrito.

2017_03_11 Vamos desenhar com Paula Cabral


Workshop de desenho com Paula Cabral no Museu Arqueológico do Carmo

2017_02_25 O puto do skate



O puto tinha estado a espreitar o desenho da Celeste antes de aterrar o skate mesmo à minha frente. Pisou o rabo da prancha com toda a força e quando ela se imobilizou na vertical agarrou-a rapidamente com a mão direita e enfiou-a debaixo do braço esquerdo com toda a naturalidade.
Olhou para o desenho por cima do meu ombro e depois olhou para a fachada da Casa Xangai. 
-"Está muito parecido. Só falta o anúncio da Securitas." 
 (Pois falta ... um boneco com aquela cor não tinha passado despercebido mas com aquele tamanho resolvi que não cabia no desenho).
Quando o pensamento acabou de ranger já o puto estava à porta do prédio seguinte, sentado no chão, a tocar na guitarra do música de rua que tinha um pano para as moedas à frente das pernas cruzadas.
Voltei a olhar o anúncio, um aviso que muitas lojas afixam na montra para sinalizar aos potenciais ladrões que estão protegidas por uma ligação a uma central de alarmes. Queria confirmar o nome. Como eu suspeitava a empresa de segurança já não se chama Securitas. Era impossível enfiar o anúncio no desenho mas se o puto disse que havia uma falta então havia que fazer a experiência. 
Quando finalmente consegui reduzir, mal e porcamente, o anúncio a duas linhas e três letras já o puto tinha navegado para outras paragens.

2017_02_25 Avenida da República


Situada no nº19 da Avenida da República, a Casa Xangai faz parte do Círculo de Lojas de Carácter e Tradição.

 
História: Em 1931 o pai do actual dono deixa a Baixa e adquire a Alfaiataria Xangai, das sedas e algodões que vinham da China, transformando-a em comércio de roupa interior para homem senhora e criança. A actual decoração é dessa época, bem como o edifício e a montra, projectados pelo Arq. Manuel Norte Júnior. Só em 1953 nasceria a Casa Xangai.

2017_02_18 Vamos desenhar no Museu Arqueológico Carmo


Vamos desenhar com...,  é uma iniciativa conjunta do Museu Arqueológico do Carmo
com a Associação Urban Sketchers Portugal.
No próximo sábado, dia 18, vou estar no Museu do Carmo para falar da minha relação 
com o desenho e do meu encontro com os Urban Sketchers de Portugal.

https://www.facebook.com/events/1304951056257719/

E no fim vamos desenhar.