2017_30_12 Largo de São Sebastião da Pedreira



"As primeiras construções na Rua e Largo de São Sebastião da Pedreira datam de meados do século XVI, constituindo já à época uma das saídas da cidade de Lisboa, por ser uma via de continuação da Rua de Santa Marta. No local existiu o palácio do Provedor dos Armazéns, obra do arquitecto francês Fernando Larre, que o construiu inicialmente para habitação própria em 1730. Em 1860, o comerciante José Maria Eugénio de Almeida adquiriu esse palácio, mandando derrubar uma série de edifícios em redor, de modo a alargar o Largo de São Sebastião da Pedreira e dar outra visibilidade ao seu palácio. Mais tarde seria adquirido pelo Estado ao Conde de Vilalva para servir de Quartel-General do Governo Militar de Lisboa e onde ainda hoje funciona a sede do Quartel-General do Exército. A seu lado situa-se o Palácio de Sá da Bandeira, outro dos belos edifícios lisboetas e no gaveto entre o Largo de São Sebastião da Pedreira e a Rua Dr. António Cândido encontra-se um outro bloco de edifícios de três pisos, com os números 46 a 53, correspondentes a antigas vilas operárias hoje recuperadas, de planta rectangular, construídos no início do século XIX. "
Este texto faz parte da Recomendação 04/086(PEV) - Requalificação do Largo de São Sebastião da Pedreira apresentada pelo PEV (Partido Ecologista "Os Verdes")  e aprovada por unanimidade em reunião de câmara a 17 de Novembro de 2015.

2 comentários:

  1. este desenho é fantástico Filipe. Do quase nada fazes uma coisa linda . Parabéns

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parar para desenhar obriga-nos a olhar com mais atenção para o que nos rodeia.
      Objectos pelos quais passamos todos os dias mas nem reparamos que estão lá.

      Eliminar